Natal e o marketing de oportunidade

No mundo empresarial, as datas comemorativas são vistas como uma oportunidade de aumentar as vendas e prospectar novos clientes. No final do ano, tal fato, fica ainda mais evidente. Inspiradas pelo clima festivo, as pessoas ficam instigadas a consumir muito mais. É o momento das empresas agirem!

As promoções já começam em novembro, com a Black Friday. A data, que caiu no gosto dos brasileiros, mobiliza diversas lojas. Esse ano, de acordo com dados da Serasa Experian, nos dias 25 e 27 de novembro, houve um crescimento de 11% nas vendas do comércio de rua e shoppings centers no Brasil. No universo on-line, não foi diferente. Segundo a consultoria Ebit, ocorreu uma alta de 17% no comércio eletrônico em comparação com o evento do ano passado.

E em meio a essa corrida contra o tempo, todo mundo quer garantir o menor preço e qualidade. Mas, é preciso ter cautela ao ofertar um produto/serviço. Dependendo da promoção que for lançada, ela pode ser negativa para a organização, caso não atenda as reais necessidades dos consumidores. É importante definir bem a estratégia a ser adotada para não cometer erros. Afinal, com crise ou sem crise, o Natal está entre as datas que acumulam o maior volume de vendas.

Mas, afinal, por que as empresas têm mais oportunidades de vendas nessa data?

1º As pessoas estão mais dispostas a gastar. O 13º é um incentivo para que isso aconteça.

2º É mais fácil de apresentar algo novo, uma vez que, os consumidores buscam fugir do habitual para presentear.

3º O interesse pelo consumo cresce. Isso é impulsionado pelas propagandas e pelo clima festivo.

E quais estratégias podem ser utilizadas para aumentar as vendas?

Posicionamento: é preciso estar bem colocado no mercado, principalmente nas redes sociais. A apresentação, a forma como você se comunica com o cliente, faz toda diferença. É essencial manter um marketing de relacionamento forte com o consumidor, só assim, ele vai se lembrar de você.

Clareza: não ofereça algo que você não possa dar. É preciso ter cuidado com descontos absurdos que estão fora do orçamento da sua empresa.

Benefícios: todo mundo gosta de ganhar um mimo. Pode ser um brinde, um frete grátis, um voucher etc. Isso aproxima a empresa do cliente e mostra o quanto ele é especial pra ela.

Valor: demonstre o quanto o seu produto/serviço é diferente. Vá além do habitual. Ofereça algo a mais. Mostre a diferença que ele vai fazer na vida do consumidor que o adquirir.

Gerenciamento de gastos: controle seu orçamento. Tenha anotado seus gastos com despesas de matéria prima, locação, mídia etc., não extrapole o que estava previsto.

Fidelização: a retenção é muito importante, mas a fidelização é essencial. Aproveite essa data para conquistar seus clientes e fazer deles potenciais consumidores em 2017. Adote as dicas acima e procure focar cada vez mais no seu mercado.

FONTE: @ideiademkt

Marketing de oportunidade e geração de buzz na rede

No último Dia das Bruxas, foi divulgado que um ponto de venda da marca de fast food Burger King no Queens (Estados Unidos) utilizou o tema Halloween para disfarçar-se do concorrente Mc Donalds, fazendo uma brincadeira com o que eles considerariam assustador.

O marketing de oportunidade com a data comemorativa foi divulgado pela agência DAVID The Agency Miami, responsável pela publicidade da rede. Quando o cliente abria o pacote de hambúrguer, aparecia a mensagem “Bu! Brincadeira, nós ainda grelhamos no fogo os nossos hambúrgueres!”

buzz_burguer-king

O aproveitamento com criatividade do tema de uma data festiva para fazer publicidade inteligente e bem humorada não rende apenas empatia e clientes na loja.

A postagem de Halloween da Agência rendeu mais de 3,500 mil compartilhamentos (and counting), para além de centenas de menções em mídias abertas e segmentadas, proporcionando um grande buzz marketing, tanto para a marca como para a empresa de marketing.

O marketing de oportunidade aproveita-se justamente de um tema que é falado por muita gente em um momento específico, fazendo sentido em um determinado contexto e tempo, como é o caso de datas comemorativas ou de movimentos ou “modas” que muitas pessoas estão seguindo.

Deixamos aqui um exemplo muito simples: quantas piadas e publicidades você ouviu relacionadas com o Pokemon Go?

Já o buzz marketing, ou “fazer burburinho”, é a geração de comentários em torno deste assunto, gerando publicidade gratuita e fazendo com que a ação vire notícia e seja multiplicada pelas redes digitais.

Estes tipos de estratégias normalmente têm menos custos de investimentos do que as campanhas tradicionais, proporcionando um retorno quase que imediato às custas da criatividade.

Em contrapartida, para avançar com este tipo de plano, é sempre necessário pensar nos limites da semântica da ação de marketing, para que não gere mais repercussão negativa do que positiva, como é o caso de brincadeiras com temas mais polemicos.

Aguardemos a próxima ação de marketing do Mc Donalds, porque essa pegadinha vai ter 2º round.

FONTE: @ideiademkt

COMO FAZER MARKETING DIGITAL COM AUTORIDADE EM 5 PASSOS

Fazer marketing é um bom exemplo de realizar um bom relacionamento com o seu cliente, desde o reconhecimento de uma necessidade até a satisfação plena dos seus desejos. Entregar mais do que ele precisa ainda contempla o tão falado overdelivery. Mas termos como estes são bem comuns para quem está adaptado à realidade do mercado atual, mesmo falando do feijão com arroz. Marketing digital é o mesmo complexo assunto, porém, voltado para o público – essencialmente – conectado à internet. Digo essencialmente porque o impacto causado pelo online por vezes atinge ooffline (que vontade de colocar um “vice-e-versa” aqui…).

Liderar um mercado exige grande esforço, dedicação, um investimento considerável e um bocado de paciência. Se tornar uma autoridade não é uma simples receita de bolo, nem nada parecido com viralizar na internet, como acontece rotineiramente com os vídeos do Youtube, onde as estrelas da “nova mídia” se tornam famosos da noite para o dia, e passam a faturar milhões de seguidores em seus canais, depois de fazerem suas listas de coisas engraçadas e compartilharem entre os amigos e fãs.

Agora, se tornar uma autoridade nesse mundo digital, onde o marketing – apesar de muito parecido com o offline – tem seus meandros e sacadas que só muita experiência na área, alguns erros e acertos, muitos testes, bastante empenho e uma estrutura bem organizada pode ser uma missão bem possível.

Depois de uma imersão no último fim de semana, em um evento repleto das grandes estrelas do marketing digital, reunindo os feras do SEO, lançamentos digitais, copyrighting, afiliados, entre outros diversos temas que eles dominam, não faltaram hacks, sacadas, ideias, planos e estratégias para dissecar o tema e entregar muito conteúdo para qualificar cada vez mais uma audiência que desenvolve a imensa maioria dos produtos digitais que estão tomando conta do mercado atualmente.

Nesse caso, as estrelas são profissionais de alta performance, com níveis de dedicação e conhecimento sem igual, que se comparam aos grandes players da mídia offline, quando se fala em Marketing de qualidade. Nomes como Conrado Adolpho, Pedro Quintanilha, Tiago Tessmann, Fábio Ricotta, João Pedro Resende, Diego Carmona, Marcelo Ostia, Murilo Gun e diversos grandes nomes do mercado digital expuseram muitas das suas técnicas visando qualificar um público selecionado para o evento que lançou uma nova plataforma de conteúdo online, na cidade de São Paulo.

A seguir, destaco as cinco principais sacadas da nova máxima do Novo Marketing e que certamente estão dentro da metodologia dos 8Ps do Marketing Digital, que farão você saber como fazer marketing digital com autoridade em 5 passos:

I –Ter um propósito. O primeiro passo é saber o que você ama fazer e o que poderá realizar para que tenha motivação diária para pesquisar e adorar esse tema em tempo integral. Vai ser muito importante esse detalhe na hora de dedicar horas e horas do seu tempo empreendendo em conteúdo, infoprodutos, gravando vídeos e desenvolvendo soluções para problemas relacionados ao seu propósito de vida.

II – Conhecer sua persona. Um pouco mais além do que o público-alvo, a persona ou avatar define exatamente quem é o cliente que deve ser atingido na comunicação, que estará em diferentes frentes nos mais variados locais na rede. Conhecer todos os detalhes dessa persona fará com que todos os esforços possam chegar exatamente em quem está tendo um problema e precisa urgentemente de uma solução.

III – Entregar conteúdo de qualidade.O Inbound Marketing, uma tendência que mudou a forma como as marcas se relacionam com seus públicos domina as plataformas digitais – sem conteúdo não há relacionamento. Cada lançamento ou venda recorrente está diretamente relacionada ao engajamento desse público com o conteúdo publicado em blogs, vídeos, e-books e diversos outros meios pelos quais possam ter um relacionamento mais estreito.

IV –Tráfego é Poder.Nada mais é do que saber onde está o seu público. E para entregar conteúdo para este público ideal (persona) é preciso encontrá-lo. Para tanto, é necessário que ele chegue até você e existem diversas formas de realizar esse controle. A dica: através de conteúdo é a melhor forma de fazê-lo. Após isso, não existe a menor possibilidade de deixar o camarada ir embora sem antes conhecê-lo melhor: se ele gostar do seu conteúdo e quiser mais, vai deixar o nome e o e-mail para receber seus materiais em primeira mão. Pronto, agora já temos o tráfego.

V – Mão na massa.Se foi realizado todo esse esforço, definição de propósito, construção da persona, conteúdo de qualidade, um tráfego – gente para se relacionar – agora falta apenas produzir o material de qualidade para gerar uma venda. Sim! O Marketing Digital tem foco em vendas online, sem vendas não há receita! E como pagar por todo esse projeto sem receita? Está na hora de arregaçar as mangas e trabalhar duro! Realizar um bom curso online necessita de algumas etapas importantes, além de validar todo o conteúdo, deve existir uma promessa bem definida como resultado de todo esse relacionamento, sob pena de o cliente pedir o dinheiro de volta. Nada mais justo, não?

Se tiver interesse em Marketing Digital deixe o seu comentário abaixo, será uma enorme satisfação ajudarmos a nossa audiência com uma assunto tão desafiador como este. E aí, vai ficar parado ou vai partir para a ação?

FONTE: @ideiademkt

MARKETING BOCA A BOCA: COMO FAZER?

Dizem que uma marca não é o que ela própria fala de si, mas sim o que as pessoas falam sobre ela. Seguindo esse raciocínio, fica fácil entender a importância do boca a boca. No meu último artigo, mostrei os benefícios que o marketing boca a boca pode trazer para sua empresa e hoje, como prometido, vou falar sobre algumas opções de como fazer isso.

Mantenha seus clientes satisfeitos

Ninguém fala bem ou recomenda algo que não gosta. Procure sempre superar suas expectativas, dê atenção, se preocupe com o sucesso do seu cliente. Mantenha um relacionamento próximo e resolva rapidamente sempre que surgirem problemas. Possuir clientes altamente satisfeitos é a base para todo tipo de marketing boca a boca.

Surpreenda seus clientes

Pessoas gostam de falar de novidades, de coisas que não esperavam e aconteceram. Entregar algo a mais e surpreender seus clientes é uma ótima forma de incentivar que falem positivamente da sua marca. Você pode surpreender com um agrado especial, um brinde, um gesto. Pense no que deixaria seu cliente encantado.

Conte uma boa história

Pessoas adoram uma boa história. Se sua marca tem uma história interessante a contar, seja sobre sua fundação, de como cresceu ou do por que nasceu, as pessoas irão levá-la para frente. É natural do ser humano compartilhar boas histórias com seus familiares, amigos e colegas.

Estimule seus clientes

Crie formas para estimular o boca a boca. Peça para seus clientes compartilharem seu conteúdo, postarem fotos de seus produtos, criarem conteúdo relacionado a sua marca, fazer check-in, escrever reviews. Muitas vezes seus clientes querem falar sobre sua empresa e só não sabem como fazer. Estimule-os

Reconheça seus clientes

Todo mundo quer ser reconhecido por suas ações. Agradeça seus clientes que estão falando de você, seja com um benefício especial ou com simples “Muito obrigado” ou um like na publicação sobre sua marca nas redes sociais. Se o seu cliente sentir que você é grato por suas ações, estará mais disposto a repeti-las.

É claro que existem inúmeras maneiras para motivar o boca a boca sobre sua marca. É um assunto que renderia vários artigos, mas acredito que com os tópicos abordados acima já é possível pensar em algumas ações para melhorar e estimular que as pessoas falem positivamente da sua marca e seus produtos.

FONTE: @ideiademkt

MARKETING EM PEQUENAS EMPRESAS, É POSSÍVEL!

 Em momentos de recessão econômica, muitos gestores se preocupam em desenvolver métodos para fazer o negócio crescer. E a criatividade pode ser a solução para esse problema.

Os publicitários Jonathan Souza e David Nudelman criaram a Publicidade Popular, primeira agência voltada para as MPE’s . “É claro que é preciso estar antenado no mercado para enxergar possíveis oportunidades. Porém, as oportunidades podem demoram muito para chegar, então você pode ir agindo para que as coisas estejam dando certo até aparecer uma ótima oportunidade”, diz Jonathan.

Assim, Jonathan e David listaram cinco dicas de marketing para ajudar as pequenas empresas ou até mesmo quem quer abrir seu próprio negócio futuramente. Confira:

A paixão é a chave para manter em movimento a estratégia de um negócio. Perseverança é a única coisa garantia para mover e transformar suas ideias em qualquer coisa tangível a longo prazo. E somente a paixão capaz de ser o combustível da perseverança. Não precisamos nem citar nomes de empreendedores de sucesso, grandes esportistas e líderes que falam das inúmeras vezes que falharam até conseguir os resultados esperados.

2. Dar passos de bebê

Saltando raramente você será bem-sucedido. Há histórias de sucesso sobre pessoas que investiram tudo de uma vez e saíram vencedores depois de seis meses ou um par de anos, mas esses são raros. A gestão de riscos é um fator essencial em qualquer ação tomada, e equilíbrio é vital. Você pode absorver perdas mais facilmente se você assumir riscos menores no início.

3. Aprenda com os outros

Os empreendedores bem-sucedidos, muitas vezes trabalharam para outros líderes em sua trajetória antes de trilhar seu próprio caminho. Passar alguns anos na indústria sob um excelente mentor irá proporcionar uma boa plataforma de conhecimento. Aprenda com os erros dos seus antecessores e debata sobre como aperfeiçoar o seu modelo.

4. Aprenda a se auto promover

Confiança e um bom discurso de elevador podem fazer com que você tome um passo para o próximo nível. A primeira comercialização de qualquer empresa é o seu fundador. Gastar tempo aprendendo como compartilhar a sua visão em diversos canais pode ser muito produtivo a longo prazo.

5. Construa uma equipe com as suas qualidades

Encontrar um conjunto de habilidades e atitudes em pessoas que podem fazer o seu negócio crescer e mantendo a cultura da marca e melhorando a reputação da marca. É importante também que a equipe que você escolha tenha capacidade de executar diversas tarefas, ou seja, uma equipe multidisciplinar.

FONTE: phplivre.com